Descontrair e fazer da Matemática um jogo – eis o primeiro segredo !!!
Lembra-te de algum daqueles passatempos tipo “quebra-cabeças” que já tenhas feito. Não foi um desafio?
Pelo menos, já tens jogado jogos que te obrigam a pensar. Nem sempre ganhas, mas o que dá prazer é a dificuldade de conseguires seres vencedor. Os jogos que vences à primeira são chatos e não te estimulam.
Então, experimenta fazer da Matemática um jogo mental, um desafio divertido!
Querer decorar dá desastre!

Usar o nosso próprio raciocínio - eis o segundo segredo!

Se te preocupas em decorar “como se faz”, o mais certo é trocares tudo quando te queres lembrar novamente noutra ocasião. Também decoras as tuas ideias sobre tanta coisa de que sabes falar??
Quando falamos não estamos a procurar palavras na nossa memória.
Quando pensamos matematicamente também não podemos ir buscar tudo à nossa memória, sem percebermos o que estamos a procurar.
Pensa como usas a tua capacidade de raciocínio em tantas situações do dia a dia que já resolves sozinho, e até em jogos difíceis…
Repara: Nem conseguirias contar todas as coisas que já compreendeste até hoje!
Então, com a Matemática, experimenta trocar a preocupação de ” lembrar”, pela atitude de compreender! Muito antes de existir papel e livros, já existiam Matemáticos.
Liberta-te dos medos da Matemática…
Meter a cabeça dentro dos problemas - eis o terceiro segredo!

Pensa como costumas fazer com um jogo novo de computador: não começas a fazer “cliques” ao acaso: olhas com atenção e nada te escapa… Depois, mergulhas no jogo e descobres por ti as estratégias para atingires o objectivo…
E acabas por ser um ás! Mas, primeiro, tens que passar pela fase de errar! E o jogo nem tem graça se consegues percebê-lo logo todo!
Experimenta o mesmo nos problemas de Matemática!
Lê tudo com atenção como se estivesses realmente naquela situação, sem medo de levares tempo, sem te pores aos “cliques” sem lógica…

 

publicado por recursosescolares às 08:10