Vivemos num mundo agitado e em contínua transformação, onde cada vez é maior a necessidade de informar e ser informado. Entrar no mundo da informação significa aceitar os desafios dos novos tempos e ter o espírito aberto para novos conceitos e novos modos de encarar o mundo. Assim, posso afirmar que as TIC são meios poderosos que contribuem na procura de sucesso educativo. As alterações sociais e tecnológicas implicam uma mudança no papel dos docentes, estes devem ter a capacidade de criar novas aprendizagens, e de materiais ligados às TIC. Os docentes deverão promover equipas de aprendizagem, serem líderes de inovação e flexíveis a novas situações, promovendo um saber holístico. É crucial que os estes dominem os produtos das novas TIC, promovendo o sucesso escolar. Deste modo, é fundamental a importância da formação de professores como condição de sucesso e auxílio no processo educativo, embora muitos teimam em não fazer formação, considerando um “bicho-de-sete-cabeças”. A introdução das tecnologias da informação na educação pode estar associada à mudança do modo como se aprende e também à mudança das formas de interacção entre quem aprende e quem ensina. O computador é uma ferramenta de apoio ao trabalho, é uma ferramenta de exploração, favorecendo o utilizador ou o aluno no que concerne à sua autonomia, enriquecendo o ambiente onde o mesmo se desenvolve e poupando bastante tempo na realização de certas tarefas. A utilização do computador torna a escola mais eficiente, procurando formas de o usar como instrumento de inovação na promoção de mudanças qualitativas no acto educativo, devendo-se adoptar novas metodologias de trabalho e propor novos objectivos. Torna-se necessário que a escola, bem como os professores se enquadrem a esta tecnologia e desenvolvam um espírito crítico e responsável em relação aos avanços tecnológicos. Pois, o computador, pela grande atracção que exerce nas crianças poderá contribuir para a mobilização da alegria, da descoberta através de aprendizagens centradas numa qualquer actividade. Deste modo, as salas de aula deveriam estar mais apetrechadas deste tipo de equipamento. Todas as salas de aula deveriam ter um computador por aluno, funcionando este como ferramenta indispensável, como é hoje o lápis e a borracha. O computador apresenta vantagens sobre outros materiais educativos utilizados nas escolas, pois integra os suportes áudio, vídeo e outros que os alunos adoram. Estes novos materiais, relacionados com a interactividade e a comunicação multimédia, tornam muitos dos antigos métodos de ensino/aprendizagem obsoletos e desnecessários, criando uma mais-valia no processo educativo. Posso ainda referir, que estas novas tecnologias são de importância extrema nos alunos com necessidades educativas, pois actualmente trabalho com um aluno “especial” e verifico que estas ocupam um papel fulcral, no que respeita às potencialidades como cidadão comum, bem como em todo o seu processo de ensino/aprendizagem. A este respeito posso dar o exemplo do meu quotidiano, que é o trabalho desenvolvido com um aluno especial. Um trabalho que é praticado em parceria com a ESTG, no projecto Magicky board, apoiando o aluno “especial”, que apenas tem oportunidade de ter aulas em casa, desfrutando de uma tecnologia própria para conhecer o mundo exterior e até os próprios colegas de turma, através da vídeo-conferência. Sem essa tecnologia inovadora, referida anteriormente era impossível que o referido aluno obtivesse um percurso escolar, desfrutando de alguma dignidade num país que tanto preconiza a escola inclusiva, mas que pouco faz a esse respeito. Outros dos aspectos relacionado com as TIC é a ligação em rede com outras escolas, ou até com países longínquos (internet) que se pode proporcionar nas escolas, abrindo perspectivas diferentes e possibilitadoras da chamada aldeia global, em que o nosso mundo se está a transformar. Concluo com uma opinião talvez generalista, referindo que num futuro bem próximo a taxa de analfabetismo não será apenas medida por aqueles que não sabem ler e escrever, mas também por aqueles que não entendem a linguagem e o modo de funcionamento dos computadores.

publicado por recursosescolares às 12:00